Você sabe a diferença de invenção e inovação?

Você sabe a diferença de invenção e inovação? Muitas vezes utilizadas como sinônimos, essas palavras tem sim relação entre si, porém é possível apontar algumas diferenças básicas.

Conheça as diferenças:

Entenda as diferenças básicas entre os termos invenção e e entenda a aplicabilidade dos mesmos na propriedade intelectual.

O artigo de hoje vai trazer algumas diferenças importantes entre dois termos frequentemente utilizados na área da propriedade intelectual: invenção e inovação. Muitas vezes utilizadas como sinônimos, essas palavras tem sim relação entre si, porém é possível apontar algumas diferenças básicas.

Inovar e inventar são verbos constituídos do mesmo princípio que é mudar paradigmas. Contudo, não é exatamente o mesmo significado trazido pelas palavras sendo que, quem inventa algo “é o primeiro a ter tal ideia” e quem inova é quem “torna novo, aprimora algum produto, ideia ou projeto”.diferenca-inovacao-e-invencao

Assim temos invenção como:

  1. Ideia que encontra na prática a solução de um problema;
  2. Descoberta de algo novo;
  3. Relacionada com produtos e processo ou ser, de fato, um produto ou processo;

E inovação como

  1. Ato de fazer algo diferente aproveitando produtos e processos já existentes (oportunidades);
  2. Introdução de diferenciais / análise crítica da aplicação das invenções;
  3. Relaciona-se com aplicação: utilização de ideias inventivas com aplicação em produtos e serviços;

Hoje, com quantidade incontável de tecnologias avançadas e novidades no mercado, nem sempre é uma tarefa fácil criar algo novo, ou seja, inventar. O mais comum é inovar, transformar alguma coisa que já existe algo mais funcional, inserindo diferenciais para tonar a ideia, o produto, ou o conceito algo mais interessante e com maior competitividade no mercado.

Fonte: administradores.com.br / Imagem: Thinkstock

Deixe uma resposta